Arquivo da tag: empresas

Despejos na Vila Rubi

Empresa e Prefeitura colocam vidas em risco

Quanto vale a vida de um morador da periferia nos dias de hoje?

Para a Prefeitura e as empresas que estão por trás da onda de despejos que toma a cidade de São Paulo, a resposta parece simples: nada!

Como se vê pelas imagens que seguem, a obra tocada pelo Consórcio Santa Bárbara avança na Vila Rubi, colocando várias casas em situação de risco. Apesar da resistência e da disposição ao diálogo por parte dos moradores, a empresa se mostra completamente insensível e irresponsável diante dos estragos que vem causando, e irredutível em seu projeto de “limpar” os pobres da cidade e prepará-la para os ricos.

Anúncios

Poluição! A culpa é de quem?

Construtora joga um caminhão de entulhos em córrego no Campo Limpo

Uma das desculpas mais usadas pelos governantes para despejar as pessoas pobres de suas casas é a de que estamos poluindo o meio-ambiente.Como se não fosse responsabilidade deles e direito nosso ter saneamento básico, água encanada e esgoto tratado. Como se não quiséssemos viver com mais dignidade e ver nossas crianças brincando em um lugar seguro.


Assim fica a pergunta: quem é realmente o responsável pela situação de degradação ambiental? A prefeitura e o governo estadual ao não fazerem as obras em benefício da população pobre que vive há anos próximas a córregos ou a mananciais? Das empresas e indústrias ? Das pessoas comuns, trabalhadores e trabalhadoras, que lutam diariamente para colocar comida na mesa?


Pois bem! Uma recente reportagem ajuda a responder essa pergunta. A construtora Era Técnica, com contratos com a prefeitura no valor de R$
67 milhões de reais!! foi flagrada jogando um caminhão lotado de entulhos num córrego no Campo Limpo, zona sul da cidade.

Um caminhão de lixo de uma empresa milionária sendo jogado no córrego, e depois ainda vão dizer que os culpados são as pessoas que têm sua casa alagada pela enchente do córrego poluído pela construtora e outras empresas e pela falta de assistência dos governantes.

Veja aqui a reportagem que saiu na Folha de São Paulo:
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/778603-construtora-lacrada-em-sp-recebeu-r-67-milhoes-da-prefeitura.shtml