Arquivo da tag: videos

Extremo Sul contra o aumento da tarifa!

Trabalhador e trabalhadora não guenta pagar 3,50!
Vídeo contra o aumento da tarifa, com depoimentos dos guerreiros e guerreiras da Ocupação Jardim da União. Da Luta do Transporte do Extremo Sul.

Anúncios

Vídeo: Encontro de guerreiros e guerreiras

Encontro das Ocupações e companheir@s

As Ocupações Jardim da Luta e Jardim da União caminham juntas desde o início das ocupações no extremo sul. Este vídeo é de um encontro na Ocupação Jardim da Luta com companheiros do Jd. da União, do bairro e do Cursinho Popular Raiz: capoeira, futebol, companheirismo, humildade, diversão entre lutadores, lutadoras e crianças e jovens crescendo na luta.  

Logo estaremos juntos de novo, só que dessa vez nas ruas de SP. A luta continua! Força pra nóis e todo poder ao povo!

 

Sexto Relato da Trincheira – Jd da União

Sexto Relato da Trincheira – Jd da União

trupe

Pequeno registro de uma intervenção dos companheiros da Trupe da Lona Preta, apresentando o Concerto da Lona Preta. E na semana passada, a Trupe esteve numa reunião apresentando o Perrengue da Lona Preta e contribuindo com a nossa reflexão sobre as opressões que sofremos e a necessidade de nos organizarmos para combatê-las.

É o teatro e a luta se confundindo! Todo Poder ao Povo!

Ocupação Jardim da União na Luta!

É nóis que tá! E viemos pra ficar!

 Imagens do protesto do povo da Ocupação Jardim da União, que no dia 2 de junho de 2014 derrubou a liminar de reintegração de posse com muita garra e ousadia. Povo forte não aceita promessas em troca da luta! Nossa garantia está em nossa união e organização. Todo poder ao povo!

Relato da Trincheira 5 – Ocupar, Ocupar, Ocupar

Nova música de luta na festa da Ocupação

Jardim da União

Este mundo não tem dono
Isso o povo já sabia
Se tivesse dono o mundo
Nele o dono moraria
Como é mundo sem dono
Não aceito hierarquia
Eu não mando neste mundo
Nem no meu vai ter chefia
Ocupar, Ocupar, Ocupar
Ocupar, Ocupar, Ocupar

Quarto relato da trincheira

Ocupação Jardim da União na construção do poder popular

Vídeo do Protesto

Pequeno Registro do Protesto de Quinta

Ameaça de Despejo do Recanto da Vitória

14 anos de Abandono; quase 5 meses de Moradia Popular

Em meio a uma onda de ocupações no extremo sul de São Paulo, no final de julho deste ano surgiu o Recanto da Vitória, no terreno conhecido como “Granja do japonês”, no Jardim Lucélia. De uma área de mais de 155 mil m2, apenas em uma área ínfima existiam edificações, inclusive um galinheiro onde a criação disputa comida com ratos e urubus. Todo o restante se encontrava abandonado há muitos anos, até que um conjunto de pessoas decidiu ocupar a área, em busca de uma moradia digna.
Foram meses de muitas dificuldades, mas também de muita luta. Em meio a essas lutas, conseguimos derrubar uma liminar de reintegração de posse, mas foi dada ao mesmo juiz a chance de julgar novamente o caso, e novamente ele emitiu uma ordem para despejar as famílias.
Diante disso, a ocupação Recanto da Vitória se encontra em risco, mas está longe de desistir ou se acovardar. A necessidade de moradia dos ocupantes não irá desmanchar no ar, nem será varrida para debaixo do tapete. Faremos novas lutas, e se necessário for, as famílias realizarão novas ocupações. Periferia luta! 

Terra de gente guerreira!

Vídeo sobre a história da Ocupação Jardim da União

Vários despejos e novas ocupações, até a vitória! Gente Guerreira não desiste nunca, insiste até mudar essa história.  Todo poder ao povo de luta da periferia! 

De novo na rua

A luta do transporte continua!

No dia 18 de junho o extremo sul parou para lutar contra o aumento da passagem. Agora a zona sul vai parar de novo, contra a humilhação coletiva do transporte! 

No dia 23 de outubro vamos lutar por um transporte a serviço do povo, e não do lucro dos empresários. Precisamos da volta das linhas de ônibus bairro-centro e da criação de linhas entre os bairros da periferia, de mais linhas em todos os horários, de ônibus 24h, de ampliação dos terminais, de expansão do trem. E chega de andar feito gado!  Periferia luta contra as catracas!!! 

pra lembrar como foi a nossa luta:

Primeiras chamas

Estudantes de 2 escolas estaduais que deram início aos protestos de junho relatam a sua experiência na mobilização.

Organização popular contra a HUMILHAÇÃO COLETIVA do transporte público de nossos bairros.

Acompanhe: https://www.facebook.com/LutaTransporteExtremoSul

Luta na EMEF João da Silva

Vídeo e alguns desdobramentos do Protesto de Ontem

Mal acabou o protesto, e algumas medidas foram tomadas na EMEF João da Silva: por exemplo, a quadra foi limpa, apareceram cadeiras novas, foram distribuídos uniformes aos alunos (!!!), foi fornecido papel sulfite aos professores, e foi divulgada a reunião do Conselho Escolar, entre outras medidas.

Basta uma pequena mobilização, que a Diretoria se movimenta, mas isso está muito longe de resolver a situação. Mudanças muito mais profundas se fazem necessárias, e nesse sentido precisamos urgentemente que a atual diretoria da João da Silva seja exonerada e, principalmente, precisamos de união e de organização para que a gente construa um controle popular sobre a escola. 

Abaixo, segue um vídeo sobre o protesto de ontem. Essa caminhada está apenas começando!

 

A Voz do Povo e as Eleições

Vídeo Cantinho do Céu

O Cantinho do Céu que não está na TV

Para quem não foi no sarau de re-inauguração da Casinha, segue aí o vídeo do Cantinho do Céu, pelos moradores do bairro. Pelos depoimentos já dá pra sentir que vai ter muita luta pelo bairro, nos próximos tempos…

Sarau: Periferia contra o encarceramento

Domingos de cultura e de luta

Domingo. Dia de descansar, se divertir, ficar em casa de boa, assistir TV… Bom, não é bem assim que tem sido não… Domingo é dia de luta, de resistência, de se reunir com os companheiros pra pensar na vida, nas dificuldades, nas formas de enfrentamento pra tudo o que nos aflige, nos incomoda, nos massacra, nos aprisiona. E isso sempre com muita arte!

Foi nessa idéia que rolou o Sarau do Recanto, no último domingo: Periferia contra o encarceramento em massa. Pensar a prisão através das músicas, letras, poesias, conversas… E de um vídeo sobre os Massacres no sistema prisional, que são fundamentais à essa conjuntura racista, classista… que preza o enfraquecimento do povo organizado.

A troca de ideia foi interessante para aprofundar a visão em relação aos “crimes” que levam milhares de pessoas a viverem um 2 de outubro por dia nas penitenciárias brasileiras. Depósito de pessoas a serem esquecidas pela sociedade. Negros e pobres na imensa maioria.

Mas, estava escrito nas camisetas silkadas que a periferia luta. E a periferia luta contra os Massacres dentro e fora dos presídios: o Massacre no trabalho, no trânsito, nas próprias periferias… Promovido por quem lucra com isso!

E é uma luta diária, de domingo à domingo. E a mensagem é clara: “… Se o povo soubesse o talento que ele tem, não aturava desaforo de ninguém…”