Luta na EMEF João da Silva

Depois do Protesto na João da Silva

Numa outra postagem, chegamos a falar que no dia seguinte ao protesto a diretoria da EMEF João da Silva mandou lavar a quadra, distribuiu cadeiras escolares e uniformes, entre outras coisas. Mas a reação da diretoria não parou por aí: bastou baixar um pouco a DSC01901 poeira, e seus membros passaram de sala em sala chamando os manifestantes de vândalos, dizendo que eles mancharam a imagem da escola etc. Além disso, sob uma série de calúnias e ameaças, eles coagiram alunos, pais, professores e funcionários a assinar um abaixo-assinado em defesa da direção da escola.  No caso específico dos funcionários e professores, o diretor dizia com todas as letras que quem não assinasse era inimigo dele, e arcaria com as consequências.

Todas essas atitudes desesperadas não mudam em nada a situação; ao contrário, só reforçam o fato de que a atual direção da EMEF João da Silva é incompetente e autoritária, e será cobrada pelos seus inúmeros erros. A denúncia organizada pela comunidade foi encaminhada à Secretaria Municipal de Educação, ao Ministério Público, e à Diretoria Regional de Educação (DRE). Ontem, umDSC01873 grupo formado principalmente por moradores do bairro e mães de alunos(as), mas contando também com uma professora e uma ex-funcionária, teve uma reunião na DRE, e além de apresentar novas denúncias esse grupo ficou sabendo que já foi instituída uma comissão para apurar o caso. Vamos acompanhar o andamento desse processo, para que todos os envolvidos sejam ouvidos. 

Além disso, a comunidade está se organizando não só para dar continuidade às denúncias, mas também para melhorar sua organização e para ter voz ativa no interior da escola. Chega de desmandos e de repressão! E já basta de aceitar a degradação dessa escola que foi fruto de muita luta dos moradores do Jd. Lucélia!

Anúncios

3 Respostas para “Luta na EMEF João da Silva

  1. Pingback: 05 DEZEMBRO 2012 (BR-SP) Rede Extremo Sul: Depois do protesto na EMEF João da Silva : Passa Palavra

  2. Quando vocês darão oportunidade para que a Direção da escola seja ouvida? Que site é esse que não ouve os dois lados? Será que vocês estão sendo imparciais? Publiquem o que a direção da escola tem a dizer. Ou será que estamos diante de mais uma imprensa marrom?

    • Mateus, não somos um site ou um órgão de imprensa, somos um movimento popular. E se a direção da escola não fosse autoritária, opressora e covarde, haveria muito lugares onde ela poderia expor seus pontos de vista. Inclusive o momento do protesto seria um espaço para dialogar com os manifestantes, porém, como denunciamos antes, a linguagem dessa diretoria é a da truculência, e seu porta-voz é a polícia. Além disso, depois do protesto a reação da diretoria não foi buscar o diálogo, mas ameaçar e chamar os manifestantes de vândalos, desqualificar as denúncias dizendo que se trata de problemas pessoais isolados, e de que tudo se resume à ambição de algumas pessoas de assumirem a diretoria da Emef Joao da Silva (como se esse cargo não estivesse condicionado a um concurso público).
      Sendo assim, agora o diretor vai ter que se explicar diante do Ministério Público e da Secretaria Municipal de Educação, que estão apurando uma série de denúncias apresentadas por moradores(as) do Jd. Lucélia, alunos(as), ex-alunos(as), professores(as), ex-professores(as), funcionários(as) e ex-funcionários(as).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s