Não te Cales e o Massacre do Carandiru

Anúncios

3 Respostas para “Não te Cales e o Massacre do Carandiru

  1. O GRITO [Pedro Tierra]

    Olho meus companheiros. Estão calados.
    Os nervos tensos como cordas.
    O grito lá fora estala no peito
    feito metal rompido.
    Conhecemos de cor este caminho.
    Contudo, a cada grito esperamos
    que seja o último.
    Mas ele se repete e se prolonga
    num fio de voz agudo
    como um punhal.
    Ele se dissolve num soluço
    como o fugitivo na sombra do muro.
    E recomeça.
    Desperta cicatrizes extintas,
    sopra nelas centelhas de novas dores.
    Olho meus companheiros. Estão calados.
    Mas ninguém se rendeu ao sono.
    Todos sabem (e isso nos deixa vivos):
    a noite que abriga os carrascos,
    abriga também os rebelados.
    Em algum lugar, não sei onde,
    numa casa de subúrbios,
    no porão de alguma fábrica
    se traçam planos de revolta.

    In: Poemas do povo da noite.

  2. Pingback: Ato Politico Cultural pelo fim dos massacres contra a população periférica |

  3. Essas notícias de presos inocentes não servem nem para que os flagrantes forjados diminuam e nem que a cadeia seja menos desumana. A maioria do povo com a cabeça feita por programas policias entendem que se o preso errou, deixa de ser humano.Se estava em lugar ermo e de noite é suspeito e pronto, pode apanhar, que o lugar de pobre é dentro do barraco e caladinho.Qualquer roubo ocorrido nas imediações é ele e pronto.
    Estranhamente é pobre que pensa assim, justo o pobre que está mais sujeito a brutalidade do mau policial e da injustiça e muitas vezes de sentimentos humanos e mesquinhos de juízes. Os juízes, são pessoas instruídas mas continuam também sendo seres humanos, terrivelmente humanos.
    Acho que é a falta de educação, a falta de informação do povo que alimenta as prisões arbitrárias e as torturas para forjar flagrante, ou até torturar quem já está preso e réu confesso.
    Essa é a cultura da violência, que começa no berço, onde os pais aprenderam apanhando e ensinam batendo. Se os pais não bateram o suficiente, que a policia bata ou mate, essa é a mentalidade do nosso povo.
    A mentalidade do Brasil pátria nada gentil para seus filhos.
    Vou dar um pequeno exemplo, mas são muitos os casos e este acabou bem, a maioria não acaba.
    Acho que o nome dele é Antonio, não me lembro bem, mas podia ser José, Pedro ou qualquer outro Foi preso na Região de Osasco, quando saía de um culto evangélico. Pego num beco, com a bíblia na mão, estava escuro e ele foi preso.
    Claro que não foi condenado, que toda a igreja se manifestou a favor dele, que podia provar sua idoneidade moral e que ele estava mesmo ajudando no culto e que era hora que ele acabava de sair da igreja.
    Só que ele foi preso e ficou não sei quanto tempo no Centro de Detenção Provisória, ouvi esse caso numa fila de supermercado, numa dessas conversas informais, as pessoas contam caso assim como quem comenta o capítulo da novela das 9.
    Se o Ministro José Eduardo Cardoso tem razão , acho que tem. Esse inocente, homem de fé, passou pelo inferno e não morreu, mas as marcas que ele e sua família levarão para o resto da vida, não tem o que apague.
    A pessoa contava como vantagem que ele continuava a falar manso e não perdeu a fé em Deus, nenhum sinal de revolta. Se é assim, também é uma exceção. A revolta de sofrer tortura e injustiça se for acima do limite, arruina com qualquer saúde mental e emocional. Arruina familias inteiras.
    Se você denunciar e a autoridade for mais humana que profissiional, ele condena seu filho ou filha a pena máxima, e se você já é pobre a ponto do seu filho andar a pé de noite, não tem como bancar uma “briga” com um juíz ou desembargador.
    Sempre pode piorar, os juízes são pessoas de moral ilibada, fazem curso e concurso para a função. A maioria tem noção de que está com a vida do preso e de sua família na mão. Só que tem também aquele humano, terrivelmente humano e que se “vinga” no seu filho a sua denúncia.
    Então se o seu filho for torturado e confessar o crime que não cometeu, se o soldado que o torturou mentir, mesmo que sua mentira não tenha nenhuma consistência e que fique claro que testemunha de acusação não pode mentir, não dá em nada.
    Estou meio amarga hoje e o Conselho que dou para as Mães é esse.
    CALE-SE !!! VAI CHORAR NA CAMA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s