Depois do Despejo IV

140 apartamentos para os moradores do Jd. Toca?

Há 3 anos, cerca de 140 famílias foram despejadas violentamento numa parte do Parque Cocaia I, conhecida como Jd. Toca. Esse processo, que de algum modo marca o início do que viria a se tornar a Rede Extremo Sul, foi bastante conturbado, mas em resumo, uma semana depois de assistentes sociais terem passado de casa em casa fazendo um cadastro, e prometendo “melhorias”, os moradores foram intimados a comparecer à Subprefeitura para pegar um cheque de 8 mil reais à título de indenização, e foram informados que tinham 10 dias para deixarem suas casas, ou seriam forçados a fazer isso pela polícia. Desesperados, muitos moradores deixaram suas casas, que foram imediatamente derrubadas a marretadas.

No meio desse processo, houve roubos, e até mesmo um suicídio. Mas também foram feitas lutas (veja aqui), e com isso a conversa da Prefeitura mudou: o prazo foi bastante estendido, os 8 mil reais foram convertidos em “aluguel-social” e foi entregue um documento prometendo que em 2 anos seriam entregues a cada família um apartamento na Mata Virgem Divisa de Diadema; e caso a obra atrasasse, o bolsa-aluguel seria prorrogado (veja o documento aqui).

A obra atrasou e o aluguel foi prorrogado, mas no início do ano, ao invés de se estender por 6 meses, ele foi estendido apenas por 4, pois disseram que os apartamentos estariam prontos até esse prazo. Estamos de olho para ver se isso vai acontecer mesmo.

Mas não imaginem que com isso toda a violência que foi cometida vai ser esquecida. Os terríveis danos materiais e psicológicos feitos às famílias não vão ser revertidos. Além disso, os apartamentos não serão de graça; em troca de suas casas, as famílias “ganharam” uma dívida por décadas. E por fim, enquanto milhares e milhares de pessoas são despejadas, apenas algumas centenas de apartamentos e casas são construídos.

E para piorar, esses mesmos imóveis são prometidos para todo mundo, e com certeza vão ser usados para fazer muita propaganda sobre a “maravilhosa política habitacional” da Prefeitura e do Estado.

Não esqueceremos, e não nos deixaremos enganar!

Anúncios

Uma resposta para “Depois do Despejo IV

  1. Pingback: Depois do Despejo IV (SP) « Pela Moradia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s