Notícias sobre a Militarização

A militarização e a periferia

Na cidade de São Paulo, a militarização corre solta. A PM entra cotidianamente nas escolas públicas da periferia, invade as festas nas quebradas, reprime as manifestações populares, persegue militantes de movimentos sociais, etc. 

Diferente destas ações que crescem “silenciosamente”, houve a espetacular cobertura midiática da invasão da PM na Universidade de São Paulo, que passou a revistar os estudantes na entrada de bibliotecas e nos ônibus locais,  a invadir Centros Acadêmicos, dentre outras provocações. É óbvio que essa invasão foi dissimulada pela mídia, por meio do mote da “segurança pública”, e da desqualificação da organização estudantil. 

Não é à toa que a gestão “pública” está cada vez mais na mão no militares: as subprefeituras da cidade de São Paulo são quase todas lideradas por coronéis da Policia Militar e cada vez mais os Conselhos de Segurança (CONSEGS) regionais têm maior poder de atuação sobre as leis e as políticas públicas, todos comandados pela PM, que também controla o IML, a CET, e vários outros órgãos. 

Enquanto isso, a tal “opinião pública” aplaude quando a mídia elogia a nomeação de um participante do Massacre do Carandiru como novo chefe da ROTA, ou quando a PM é colocada para correr atrás de estudantes que matam aulas (veja aqui).

São ataques contra o povo que hoje vem sendo despejado de suas comunidades como se não houvesse uma história, que vem sendo esmagado por uma cidade-negócio, onde manda a especulação, e que vem sendo humilhado pela ação truculenta desta militarização como se há poucas décadas não houvesse lutado contra a ditadura militar.

Se ainda não há respostas práticas contra essa militarização e contra as novas maneiras criadas para massacrar o poder popular, então devemos redobrar nossas forças para encontrá-la.

Anúncios

Uma resposta para “Notícias sobre a Militarização

  1. Prezados
    É MUITO mais fácil chamar a jagunçada da PM (tucanos SEMPRE criminalizaram a pobreza) que fazer ações afirmativas de PROTEÇÃO aos mais pobres. É a canalhadagem diuturna dos governos tucanos para alegria da “crasse mérdia” paulista/paulistana.
    Castor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s